Semana da Coesão Social

12 de Dezembro de 2018
Rosaria Silva

A Semana da Coesão Social, que decorreu de 04 a 07 de dezembro (Nova-SBE) teve como objetivo criar um espaço de reflexão em torno do Diagnóstico Social de Cascais.

Este evento contou com a participação de cerca de 450 pessoas entre oradores, profissionais e munícipes, nas várias sessões e painéis permitindo abordar e refletir os desafios futuros que se colocam.

A Semana contribuiu ainda para dar visibilidade ao trabalho desenvolvido pelas organizações concelhias e reforçar a identidade da Rede Social.

Ao longo destes dias foram produzidas sugestões e orientações que, de certo, contribuirão para a elaboração do próximo Plano de Desenvolvimento Social de Cascais.

Na sessão de abertura da Semana da Coesão Social estiveram presentes Milton de Sousa | Sub-Diretor da Área Internacional (Nova SBE), Rui Fiolhais (Presidente do Instituto da Segurança Social) e Carlos Carreiras (Presidente da Câmara Municipal de Cascais e do Conselho Local de Ação Social de Cascais).

No primeiro dia de evento teve lugar a apresentação do livro “Cascais Social – História de um Percurso Secular” da autoria de Cristina Pacheco. Este momento contou com a presença de Francisco Branco (FCH-Católica) que destacou a relevância deste trabalho de pesquisa sobre as organizações sociais do concelho.

A Cercica marcou presença, neste primeiro dia com o seu grupo de Dança Inclusiva

No Seminário que decorreu nos dias 05 e 06 de dezembro abordaram-se temas como: a coesão social como visão; os desafios para a esfera local no que diz respeito às (des)igualdades e coesão social; a inovação e a sustentabilidade e respetivos desafios para as práticas e culturas organizacionais; os desafio atuais e futuros da coesão social.

Em destaque tiveram, também, as sessões paralelas que decorreram no dia 06 de dezembro sobre diversidade cultural, infância e juventude, inclusão e deficiência/doença mental e longevidade.


No dia 5 de dezembro o MarketPlace tomou conta do Foyer do Jerónimo Martins Grand Auditorium e muitos foram os matches (71) realizados entre empresas e instituições.

***

Ao longo deste dias de evento os momentos lúdicos ganharam destaque transformando-se oportunidade para mostrar talentos artísticos e culturais dos públicos com quem as organizações sociais trabalham.

“Por uma cidade educadora”, Escola Val do Rio – Estoril

Orquestra Juvenil de Cascais – Agrupamento de Escolas Frei Gonçalo de Azevedo

“O meu coração não é para cobardes” – Fundação O Século e Catharsis Emotional Arts

Brevemente iremos disponibilizar as conclusões destes dias de trabalho.

Semana da Coesão Social
Um futuro onde todos contam!