COVID-19: Na linha da frente com a UF Carcavelos Parede

20 de Abril de 2020
helenabonzinho

Na fase inicial do funcionamento da linha Apoio Sénior, na União de Freguesias Carcavelos Parede “houve de imediato uma grande procura de pedidos de informação, para saber como funcionava e quais os critérios aplicados para o apoio social” explica Nuno Alves, Presidente da UF Carcavelos-Parede. Posteriormente, verificou-se que havia casos que podiam ser acompanhados pelas Instituições Privadas Solidariedade Social da freguesia ou por redes de vizinhos ou familiares, libertando o serviço da Junta para ajudar as situações que não tinham qualquer suporte. As pessoas que não têm qualquer apoio institucional, de familiares ou vizinhos são apoiadas semanalmente com a compra de produtos de primeira necessidade e medicamentos.

Como a Junta já tinha referenciado séniores que se encontram em isolamento e  com os quais  desenvolve habitualmente um trabalho de proximidade, garantiu que mesmo os que se encontram mais vulneráveis tinham acesso à informação sobres as respostas sociais disponíveis. A UF Carcavelos-Parede também está a suportar financeiramente as despesas na compra de bens a pessoas que estão em situação de carência económica.

A UFCP chamou a si o papel de concentrar toda a informação disponível para responder às necessidade da população: houve um esforço de divulgação dos serviços prestados pela UFCP  e dos recursos existentes na comunidade, realizando “um levantamento no comercio local das farmácias, restaurantes e padarias que efetuam  entregas ao domicilio que são divulgadas  através do site Aqui há take-away”.

“Apesar dos riscos que todos estamos expostos nesta fase de combate ao vírus, gerou-se um espírito de solidariedade alargada e de entreajuda na população. Surpreendeu-nos o número de voluntários  que se disponibilizaram para fazer face e este novo desafio .Temos na bolsa de voluntariado  32 inscritos”

Para fazer face a este novo contexto, reforçaram- se as articulações com as IPSS, com a Câmara Municipal de Cascais, Segurança Social, ACES Cascais, Bombeiros e PSP, e constituiu-se uma equipa de seis funcionários da UFCP, coordenada pela técnica de Serviço Social e criou-se um programa “que de forma integrada e ajustada vai ao encontro das necessidades geradas pela situação que nos encontramos a viver.”

Artigos Relacionados:

“COVID-19: Na linha da frente com a JF São Domingos de Rana”

“COVID-19: Na linha da frente com a UF Cascais Estoril”

“COVID-19: Linha de Apoio já respondeu a mais de 900 munícipes”